bullying

Bullying: quando procurar uma cirurgia plástica?

Discussões e debates sobre o bullying e seus efeitos tem se tornado cada vez mais frequentes nos últimos anos. Até as escolas tem buscado abordar o tema devido às graves consequências que esse tipo de abuso e intimidação pode causar, tanto em crianças como em adultos.

O bullying pode desencadear problemas como baixa autoestima, desvios comportamentais, queda no rendimento escolar, entre tantos outros problemas, por isso este assunto precisa ser levado muito a sério.

Grande parte das pessoas tem alguma parte do corpo que gostariam de fazer alguma mudança, porém quando essa diferença vira motivo de piada e começa a privar a pessoa do convívio social, talvez seja a hora de começar a pensar em uma cirurgia plástica para fazer a correção desta imperfeição.

Nas crianças, um dos principais incômodos e motivos de piadas e apelidos indesejados, são as chamadas orelhas de abano, porém a cirurgia de otoplastia, que corrige o formato das orelhas é indicada somente a partir dos 7 anos de idade, que é quando normalmente as orelhas já se desenvolveram.

Bullying na adolescência

Na adolescência ou até mesmo quando adulto, os homens podem ter um desenvolvimento anormal das mamas, para corrigir este problema pode ser feito uma cirurgia plástica de ginecomastia, devolvendo a satisfação com o seu corpo.

Cirurgias como a rinoplastia, a mamoplastia redutora e a mentoplastia (que faz correção do formato do queixo), também estão entre as cirurgias plásticas realizadas motivadas por episódios de bullying.

É muito importante que a vítima de bullying procure apoio psicológico, e a ajuda por parte da família e amigos também é fundamental.

Um acompanhamento correto vai fazer toda diferença para que a pessoa possa recuperar sua felicidade e voltar a estar de bem com a própria aparência, isto é, com sua autoestima recuperada.

Comentários

Olá! Clique no atendimento abaixo para falar conosco pelo WhatsApp:

Fale conosco pelo WhatsApp