Dr. Rogerio Gomes - Cirurgia Plástica - Florianópolis | Botox® – Toxina Botulínica
1165
page-template-default,page,page-id-1165,page-child,parent-pageid-1131,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Botox® – Toxina Botulínica

 

 

 

 

TOXINA BOTULÍNICA (BOTOX®, DYSPORT®)

 

Objetivo: mais utilizado para atenuação das rugas da testa, pés-de-galinha, nariz (bunny lines) e pescoço. Atualmente também utilizado para melhor definição do contorno cervical (efeito Nefertiti), sorriso gengival, rugas periorais, levantar cauda supercílio, bruxismo, entre outros Também tem indicação em casos de hiperidrose axilar e palmar (sudorese excessiva em axilas e mãos). Os efeitos costumam durar de 4-6 meses.

Como é feita: uso de creme anestésico e aplicação direta no local desejado. Dispensa anestesia local. Para mãos é utilizado um bloqueio com anestesia local para aplicação.

Recuperação: 1-4 horas.

 

  • Por resolução do Conselho Federal de Medicina, a divulgação de fotos de antes e depois de cirurgias/procedimentos médicos, caracteriza infração ética, passível de punição.

 

 

 

 

MAIS DETALHES:

O que é TOXINA BOTULÍNICA?
TOXINA BOTULÍNICA é um agente terapêutico derivado da bactéria Clostridium Botulinum. Também conhecido como a Toxina Botulínica tipo A, ela é produzida em condições controladas de laboratório e prescritas em dosagens terapêuticas extremamente pequenas.
A TOXINA BOTULÍNICA está indicado para o tratamento de blefaroespasmo associado à distonia em pacientes acima de 12 anos de idade. Também está sendo pesquisado para várias condições associadas à hiperatividade muscular.
A Toxina Botuliníca Tipo A é a mais estudada dos sete diferentes tipos de sorotipos da Toxina Botulínica (A, B, C1, D, E, F, G). Cada sorotipo tem propriedades e ações diferentes. Não há dois tipos iguais.

Como funciona a TOXINA BOTULÍNICA?
Normalmente, nosso cérebro envia mensagens elétricas a nossos músculos para que contraiam e se mexam. A mensagem elétrica é transmitida ao músculo através de uma substância chamada acetilcolina. A TOXINA BOTULÍNICA age bloqueando a liberação de acetilcolina e, como resultado, o músculo não recebe a mensagem para contrair. Isto significa que os espasmos musculares param ou reduzem bastante após o uso da TOXINA BOTULÍNICA, proporcionando alívio previsível e confiável dos sintomas.
A TOXINA BOTULÍNICA não cura. Para muitos pacientes, entretanto, seus efeitos tem sido dramáticos – os sintomas normalmente começam a se dissipar em poucos dias e os efeitos podem durar por aproximadamente seis meses.

Como A TOXINA BOTULINICA é administrada?
A TOXINA BOTULÍNICA é injetada dentro do músculo. Seu médico determinará quais são os músculos que precisam de tratamento.

Quais as indicações estéticas em face da TOXINA BOTULINICA?
Ela é indicada para rugas de expressão (que só aparecem com movimentos de contração da musculatura facial) ou para rugas definidas (aparecem mesmo no repouso). Neste último caso, pode não haver uma resposta completa, pela complexidade e grau alto das rugas. Os locais comumente utilizados são a região frontal, entre sombrancelhas (glabela), pés-de-galinha e pescoço. Casos selecionados pode ser utilizado em lábios, cantos da boca e para levantar ponta do nariz.
O tratamento dói?
Preparamos com bolsas de gelo imediatamente antes da aplicação, e é usada uma agulha muito fina nas injeções (de uma a três) dadas em cada músculo. Alguns pacientes relatam um pequeno desconforto temporário decorrente do tratamento.

Quando a TOXINA BOTULÍNICA começa a fazer efeito?
Normalmente, você sentirá os efeitos da TOXINA BOTULÍNICA a partir de três dias. Seus benefícios atingem seu ponto máximo em uma ou duas semanas.

Quanto tempo dura o efeito?
Devido a seu exclusivo Mecanismo de Ação, a TOXINA BOTULÍNICA proporciona alívio sustentado, dose após dose durante o curso do tratamento a longo prazo. O alívio que você sentirá a partir de um tratamento único com TOXINA BOTULÍNICA se manterá normalmente por aproximadamente três meses, podendo durar até seis meses. Você notará um desvanecimento gradual de seus efeitos. A esta altura, você deverá voltar a seu médico para o próximo tratamento.
Normalmente, o tratamento com a TOXINA BOTULÍNICA é necessário apenas duas vezes por ano. Os sintomas podem variar durante o curso da condição, e portanto o grau de alívio e duração também variará de pessoa para pessoa.

Por quanto tempo posso fazer o tratamento com TOXINA BOTULÍNICA?
O tratamento com TOXINA BOTULÍNICA pode normalmente ser repetido indefinidamente. A TOXINA BOTULÍNICA tem sido usado há 10 anos em todo o mundo. Foi estabelecido um bom grau de segurança em tratamentos prolongados.
Há vários fatores que podem causar impacto no uso prolongado da TOXINA BOTULÍNICA, que incluem:
-Estabelecimento de expectativas adequadas – As mudanças que ocorrem com injeções subsequentes de TOXINA BOTULÍNICA podem ser menos drásticas do que com a primeira injeção
-Escolha adequada do músculo – Identificar e injetar o músculo afetado pode ser difícil, complicado pelo padrão de mudança, o envolvimento muscular e a progressão da desordem.
-Dosagem adequada – As mudanças na reação podem exigir um ajuste na dose.
-Minimize a exposição às proteínas complexas da neurotoxinas – A Toxina Botulínica contém proteínas. Em determinadas circunstâncias, quando proteínas estranhas entram no organismo, a reação natural é que se formem anticorpos à proteína. Quando os anticorpos são formados, o efeito pode ser de não mais haver responsividade à terapia. Altas doses e freqüentes injeções de Toxina Botulina tem sido relacionados à formação de anticorpos. A formação de anticorpos com a TOXINA BOTULÍNICA é rara. A probabilidade de se formar anticorpos é reduzida ao se fazer o tratamento não mais do que a cada três meses. Este é o principal motivo de se evitar ¨retoques¨para TOXINA BOTULÍNICA, devendo-se perceber o efeito indesejado para corrigir nas próximas aplicações. A TOXINA BOTULÍNICA tem aproximadamente 5 ng de proteínas complexas de neurotoxinas por frasco de 100 unidades, uma quantidade relativamente baixa de proteína, que pode ajudar a minimizar o potencial para a formação de anticorpos.

A TOXINA BOTULÍNICA é um tratamento novo?
Não. A TOXINA BOTULÍNICA vem sendo usado há mais de 10 anos em milhares de pacientes em todo o mundo. A Academia Americana de Neurologia, a Academia Americana de Oftalmologia e o Instituto Nacional de Saúde reconhecem a TOXINA BOTULÍNICA tipo A como um tratamento valioso.

TOXINA BOTULÍNICA é o tratamento certo para mim?
Na sua consulta verificaremos se há indicação para o seu caso, bem como definir o local e dose necessária especificamente para seu caso. A TOXINA BOTULÍNICA não deve ser usado durante a gravidez, ou a amamentação.
Os efeitos da TOXINA BOTULÍNICA podem ser acentuados com o uso de certos antibióticos ou outras drogas que interferem na transmissão neuromuscular.
Onde é aplicada a TOXINA BOTULÍNICA?
Os locais mais comuns são as rugas periorbitárias (pés-de-galinha), glabelar e frontal. Também indica-se para as rugas do nariz (bunny lines), hipertonia do masseter (bruxismo), melhor definição do contorno cervical, efeito lifting do supercílio, levantamento da ponta nasal, entre outros. Na sua consulta verificaremos as indicações mais adequadas para seu caso.
Que efeitos colaterais podem surgir com o uso da TOXINA BOTULÍNICA?
Todos os medicamentos tem alguns efeitos colaterais. Com a TOXINA BOTULÍNICA, os efeitos colaterais são normalmente passageiros e moderados por natureza. Algumas pessoas sentem uma fraqueza muscular temporária ou desconforto temporário no local da injeção. Com base em um recente estudo com TOXINA BOTULÍNICA no tratamento de blefaroespasmo (n=98), ocorreu queda do supercílio em 20,8% dos pacientes. Outros efeitos colaterais podem incluir irritação ocular, secura nos olhos, olhos lacrimejantes, sensibilidade à luz (10%), e queratite pontilhada superficial.