Dr. Rogerio Gomes - Cirurgia Plástica - Florianópolis | Rinoplastia e suas possibilidades - Cirurgia plástica
Conheça a Rinoplastia de redução, a Rinoplastia pós-traumática, a Rinoplastia de aumento, a cirurgia de nariz em geral
clínica de cirurgia plástica, cirurgião plástico, rinoplastia, cirurgia de nariz
5706
post-template-default,single,single-post,postid-5706,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Rinoplastia e suas possibilidades

Rinoplastia e suas possibilidades

A cada ano cada vez mais pessoas buscam alterações corporais em cirurgias plásticas. Desenvolvida entre o fim do século 19 e início do século 20, a Rinoplastia, popularmente conhecida como cirurgia de nariz, é procurada seja por estética, para quem deseja alterar sua anatomia, ou por saúde, como no caso do desvio de septo, causador de problemas respiratórios e congestões nasais. De recuperação relativamente rápida, o procedimento pode ser realizado a partir dos 15 anos de idade nas mulheres e 18 anos para homens, onde o desenvolvimento facial do paciente já foi concluído.
Conheça abaixo alguns tipos de operações e suas indicações:
Rinoplastia de redução
Pode ser realizada para reduzir a largura ou comprimento do nariz, tanto numa forma geral como em pontos específicos, e é indicada para pessoas que definem seu nariz como “desproporcional” em relação ao rosto.

Rinoplastia pós-traumática
Restaura o formato do nariz após um traumatismo, e como mencionado anteriormente, cabe também a esta cirurgia a correção do desvio de septo quando houver, e até mesmo lesões ou cicatrizes que como sequela causaram assimetrias alterando sua funcionalidade.

Rinoplastia de aumento
Possui como objetivo aumentar as dimensões nasais do paciente, comum no caso de correção para um Rinoplastia que ficou com alguma alteração ou a perda do formato nasal em acidentes. Para a operação, podem ser utilizados enxertos de cartilagem (retirado de outra parte do corpo como orelhas e septo) ou de ossos, como por exemplo a costela. Em casos menores, podem ser utilizados materiais sintéticos, como o ácido hialurônico e metacrilato.
Os primeiros resultados aparecem aproximadamente em trinta dias, tendo seu formato completo entre seis meses um ano. Intercorrências podem ocorrer em qualquer cirurgia, e em Rinoplastia não é diferente, mesmo sendo infrequente esta possibilidade.
Para proporcionar o sucesso do procedimento, o cirurgião plástico e paciente devem avaliar juntos as possibilidades e necessidades de cada caso, saber das dificuldades do caso e possibilidade de reintervenções complementares, além da escolha de uma equipe de alta performance, que garante a segurança em todos os aspectos de quem busca a operação, desde a consulta até o resultado final.
Nossa equipe está preparada para recebê-los!

No Comments

Post A Comment