Dr. Rogerio Gomes - Cirurgia Plástica - Florianópolis | Redução de mama após amamentação
Um dos momentos mais sonhados pela maioria das mulheres é a gravidez, mas mesmo as que sonham em serem mães ficam imaginando em como o corpo vai reagir após a gestação.
autoestima, cirurgia, Cirurgia Plástica, cirurgião plástico, clínica de cirurgia, clínica de cirurgia plástica, mamoplastia, saúde feminina
6084
post-template-default,single,single-post,postid-6084,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Redução de mama após amamentação

Redução de mama após amamentação

Redução de mama após amamentação

Um dos momentos mais sonhados pela maioria das mulheres é a gravidez, mas mesmo as que sonham em serem mães ficam imaginando em como o corpo vai reagir após a gestação. Essa preocupação na maioria dos casos está ligada principalmente aos seios, que tendem a ficar flácidos, caídos e menores, devido ao aumento de tamanho da mama provocado pela produção de leite e dos hormônios envolvidos na lactação, mas é importante saber que hoje é possível melhorar a estética das mamas através de uma cirurgia plástica chamada mamoplastia.

No entanto este procedimento não deve ser realizado imediatamente após a gestação, pois neste momento o corpo não está em suas condições normais, e também existe a amamentação que não deve ser interrompida. O ideal é aguardar que o corpo retorne a seu peso normal, o que ocorre cerca de seis meses após a gestação para cirurgias de contorno corporal, e para cirurgias nas mamas, 3 meses depois que a produção de leite tiver parado. O motivo principal desta espera é para que ocorra a acomodação dos tecidos mamários a sua nova condição pós-amamentação e também porque cirurgia de mama durante a lactação pode aumentar os riscos de infecções, pois o leite não é estéril.

Somente a partir deste ponto será possível uma avaliação mais criteriosa para determinar qual tipo de cirurgia é o mais adequado. A opção mais indicada nestas situações, é a Mastopexia, cirurgia que levanta e remodela as mamas, associada ou não ao uso de implantes de silicone, para ajustar o volume o mais próximo possível do desejo da paciente. A recuperação costuma ser semelhante a toda cirurgia de mastopexia, com retorno às atividades leves normais entre duas e quatro semanas, sendo que a limitação é restrita aos movimentos dos braços.

É importante lembrar que os resultados da cirurgia podem ser alterados na ocorrência de uma nova gestação, por isso se recomenda que se opte pela cirurgia somente quando não pretender ter mais filhos, ou uma nova gestação esteja programada para alguns anos após.

Como qualquer outra cirurgia plástica, a cirurgia de redução das mamas deve ser realizada por um excelente cirurgião plástico e por uma clínica confiável.

Quer saber mais?  Agende já uma consulta com Dr. Rogerio Gomes e tire suas dúvidas sobre este procedimento.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.