Dr. Rogerio Gomes - Cirurgia Plástica - Florianópolis | Otoplastia conheça melhor a cirurgia
A otoplastia é uma cirurgia plástica para correção de deformidades na parte externa das orelhas, que podem ser anomalias do crescimento, deformidades adquiridas por traumas ou por outras doenças.
otoplastia, autoestima, Cirurgia Plástica, clínica de cirurgia plástica
6200
post-template-default,single,single-post,postid-6200,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Otoplastia conheça melhor a cirurgia

Otoplastia conheça melhor a cirurgia

A otoplastia é uma cirurgia plástica para correção de deformidades na parte externa das orelhas, que podem ser anomalias do crescimento, deformidades adquiridas por traumas ou por outras doenças. Uma das deformidades mais conhecidas é a orelha em abdução, popularmente conhecida como “orelha de abano”. Com esta cirurgia é possível melhorar o formato, a posição e o tamanho das orelhas.

A cirurgia de correção das orelhas pode ser realizada em crianças a partir dos 7 anos, quando as orelhas já estão formadas, em adolescentes e adultos que por algum motivo possuam orelhas desproporcionais ao formato do rosto.

Estão contraindicados a passar pela cirurgia de otoplastia crianças com menos de 5 anos, pessoas com infecções crônicas não tratadas no ouvido, e também pacientes com doenças que possam causar algum risco de vida ou que prejudiquem a cicatrização.

Os cuidados que se deve ter antes da cirurgia são como de qualquer tratamento cirúrgico. Por isso é muito importante seguir as orientações passadas pelo seu médico. Também é normal o médico pedir antes da cirurgia que você faça exames, como de sangue. A anestesia aplicada pode ser geral ou local. Para fazer a correção é feita uma incisão na parte de trás da orelha, por onde é retirado o excesso de pele e remodelada a cartilagem auricular com técnicas específicas e pontos de sustentação.

Depois do procedimento o paciente pode sentir desconforto, ter eritema, edema e coceira na região da cirurgia. Além disso o paciente terá que ter o cuidado de não dormir de lado por um período de 1 mês e usar uma faixa compressiva nas orelhas por duas semanas. Como toda cirurgia, pode ter intercorrências, como sangramentos, abertura dos pontos, quelóides e infecção, que serão tratados pelo seu cirurgião plástico. Felizmente estas condições são muito incomuns.

Os resultados podem ser visíveis logo após a retirada dos curativos, que no caso devem ser realizados com orientação médica. Devido o local das incisões serem atrás das orelhas ou em suas dobras, as cicatrizes praticamente não aparecem.

Quer saber mais?  Agende já uma consulta com Dr. Rogério Gomes e tire suas dúvidas.

www.rogeriogomes.com.br

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.